segunda-feira, 24 de abril de 2017


Cheguei despida 
Aproximei-me de ti
Só a alma me vestia
e um pouco de amor,
Nos olhos, um pequeno sonho
Na boca, a sede do gosto doce de mel
Nas mãos, uma dor que escorria,
No corpo a paixão que envolvia
Murmurei baixinho ...
Cheguei igual magia
Cheguei pra ficar...

Que todo dia ao acordar e deitar pra dormir,
ele ouça eu dizer o seu nome baixinho nas minhas preces, 
e sorria daquele jeito bonito. (Bandys)♥

quarta-feira, 19 de abril de 2017


A gente pode decidir por muitos caminhos nesta vida, uns mais fáceis, outros bem mais complicados, e diante de tantas escolhas, é preferível ir prosseguindo pelo caminho das doçuras, dos sorrisos, do olhar mais terno que conseguirmos ter. Vamos devagarinho, nas esferas possíveis da esperança, do otimismo, do que desperta o bem.
Então, vamos deixando assim mesmo né?   No nosso passinho leve, de quem  sabe que daqui só se leva um punhadinho  de carinho, um restinho  de  perfume, um  tantinho de sonho, um nadinha de nada, ao menos de emoção. 
...um momentinho  de reflexão. (Bandys)♥

terça-feira, 11 de abril de 2017


É esquisito que teu nome sempre me soe uma prece, uma invocação sagrada e solene, que contém em si um segredo místico viajando pelo tempo, como se trouxesse consigo o desejo implícito dessa maneira única com que moves as mãos, com que abres a boca, com que recostas teu corpo, com que deixas o riso fugir pelos olhos. É estranho que teu nome sempre me soe uma promessa e um dom, como se bastasse pronunciá-lo para que a vida abra uma porta secreta, para que se insinue um milagre prestes a ser, eu assim em ti, simplesmente em teu nome. 
(Bandys)♥

segunda-feira, 3 de abril de 2017


O pensamento me habita a hora que ele quer
E a hora que eu deixo, mas não existe combinado
não há contratos. Nem despejos..
Me Tem na intimidade com meus interiores.
Às vezes contra mim, em outras ao meu favor..
Me trai porque conhece o meu avesso
Os meus desejos escondidos
Entra de várias formas, na viagem da minha alma
Atravessa meus segredos, me quer nua em palavras e gestos..
Quando na madrugada, em claro, afasta qualquer ponto de escuridão.

..certas madrugadas me viro pelo avesso, amadureço, amoleço, desobedeço, enlouqueço, adormeço..amanheço e agradeço..(Bandys) ♥